domingo, 10 de agosto de 2008

ECONOMIA DA EDUCAÇÃO

O economista Gustavo Ioschpe, especialista em economia da educação, publicou hoje um artigo no jornal ZH do RS dedicado ao recente piso criado pelo governo federal para os professores de carca de R$ 925,00 e a criação de um tempo mínimo de 1-3 das horas semanais dedicado atividades extraclasses.

Segundo ele, não há nenhum paper que evidencia que professores que ganhem mais dêem melhores aulas. Tampouco, há também comprovação empírica de tempo garantido a atividades extraclasse e melhora do ensino no Brasil...

Deprimente...

Mais dinheiro publico jogado no ralo se o economista estiver certo...

Aliás, basta ir para Argentina. Há muito tempo os professores universitários argentinos ganham menos que nós mais ainda tem um ensino universitário que me parece melhor que o nosso em média.

Nenhum comentário: