terça-feira, 29 de julho de 2008

Australiano pega prisão perpétua por decapitação

Um australiano foi condenado à prisão perpétua depois que a Corte Suprema do país o condenou por matar um jovem a punhaladas, decapitá-lo e jogar com sua cabeça, como se fosse uma bola. As informações são da agência EFE.
James Roughan, 28 anos, foi considerado culpado pelo crime praticado junto com Christopher Jones, que já cumpre pena, pela morte de Morgan Shepherd, 17 anos, em 2005.
O jovem foi assassinado depois de uma briga, na casa de Roughan, onde os três tinham passado horas bebendo. Ele recebeu 133 punhaladas.
Jones disse a seus amigos que Roughan "brincou" com a cabeça do morto como se fosse uma bola. Testemunhas que depuseram durante o julgamento afirmaram que os condenados contaram a inúmeras pessoas sobre a morte de Shepherd.

Fonte: terra news

Comentários: é assim que normalmente os anglo-saxões tratam crimes hediondos:

1. pena altíssima.
2. recurso com réu preso em várias situações.

Nenhum comentário: