terça-feira, 17 de junho de 2008

Ministro do STF diz sentir "na pele" a alta carga tributária

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, se posicionou, nesta terça-feira, contra a criação de novos impostos no País. Como cidadão, ele disse sentir "na pele" a carga tributária do Brasil. Mesmo com a declaração, ele evitou comentar a iniciativa de se criar a Contribuição Social para a Saúde (CSS), em discussão no Congresso.

"Como cidadão eu também sinto (a carga tributária) na pele, no meu dia a dia, no meu cotidiano, na minha feira, como consumidor sinto que a carga tributária brasileira é demasiadamente pesada", criticou.

Partidos de oposição garantem que, se a CSS for aprovada pelo Senado, a matéria será levada ao Supremo Tribunal Federal (STF), por se tratar de uma contribuição inconstitucional.

O ministro Ayres Britto não quis comentar qual é sua posição em relação a constitucionalidade ou não da matéria, ressaltando apenas que o brasileiro paga mais impostos do que deveria.

Fonte: Terra

Comentários: Se a carga tributária é pesada para um ministro com salário superior a R$ 20 mil mensais, imagine para um cidadão "comum"...

Um comentário:

fkc disse...

Acho interessante que ele tenha feito questão de dizer que estava se manifestando "como consumidor"...