segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Novo premier australiano ratifica Protocolo de Kyoto

O primeiro-ministro australiano, o trabalhista Kevin Rudd, assinou hoje o instrumento de ratificação do Protocolo de Kyoto contra a mudança climática,
imediatamente após tomar posse do cargo.

Rudd, que derrotou nas eleições de 24 de novembro o conservador John Howard, cumpriu com isso uma de suas principais promessas eleitorais.

"É o primeiro ato oficial do novo Governo australiano e demonstra o compromisso de meu Governo em relação à correção da mudança climática", manifestou Rudd após assinar o documento.

"A declaração oficial feita hoje pela Austrália sobre nosso desejo de ser membros do Protocolo de Kyoto é um passo significativo de nosso país nos esforços para a luta contra a mudança climática, em nível local e com a comunidade internacional", acrescentou.

Rudd disse também que o Governo australiano fará o possível para que a Austrália cumpra as obrigações de Kyoto, inclusive estabelecer o objetivo de reduzir as emissões em 60% antes de 2050 em relação aos níveis de 2000.

Além disso, o novo Governo trabalhará para que 20% da energia produzida na Austrália sejam renováveis antes de 2020, e estabelecerá um sistema de comércio de emissões que começará a funcionar em 2010, indicou Rudd.

A ratificação do Protocolo de Kyoto foi discutida e aprovada na primeira reunião de Rudd com seus ministros, que assumiram hoje.

O novo premier afirmou que o governador-geral da Austrália, Michael Jeffery, representante da rainha da Inglaterra no país, aprovou a ratificação.

A ratificação entrará em vigor 90 dias depois de as Nações Unidas receberem o instrumento assinado, segundo estabelece o direito internacional.

Por isso, a Austrália será membro de pleno direito do Protocolo no final de março de 2008.

Fonte: UOL

Um comentário:

Luciano Timm disse...

Faltam agora "só" os EUA e a China...hehehehe