quarta-feira, 21 de novembro de 2007

CNJ abre processo contra juiz suspeito de machismo

Jeferson Ribeiro Direto de Brasília
Os membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiram nesta segunda-feira, por unanimidade, abrir um processo administrativo disciplinar contra o juiz Edilson Rumbelsperger Rodrigues, de Sete Lagoas (MG), devido às sentenças do magistrado negando os pedidos de medidas contra homens que agrediram e ameaçaram suas companheiras. Ele considerou ainda a Lei Maria da Penha - um marco legal de defesa da mulher contra a violência doméstica - inconstitucional. Em uma das sentenças, o juiz argumentou que a lei é "um conjunto de regras diabólicas".

Site notícias terra

Comentários: isso me lembra muito Montesquieu e Hobbes.

Um comentário:

Anônimo disse...

O CNJ está certo. é preciso melhorar o padrão cultural do Juizes. O Brasil já tem um sistema judicial retrógrado, lento, oneroso, de inútil complrxidade. E com Juizes com esta mentalidade, incultos que apenas decoraram leis, a coisa fica muito pior. É preciso melhorar o nível dos Juizes, para assim melhorar a instituição. Se a instituição, através de um Juiz desses faz apologia da violência, isso irá se refletir,desdobrando,nas camadas sociais, e então teremos a violência, que no Brasil nada mais é que uma projeção de um estado autoritário, injusto, arbitrário e violento. Por isto é o povo violento, um país violento:> violência fiscal, jurídica, sexual, psicológica, etc.