quinta-feira, 12 de julho de 2007

Natureza do Homem

Colegas,

Parabéns pela iniciativa deste blog. Certamente será uma ferramenta útil para nossos debates. Como nosso último encontro versava sobre resolução de conflitos e acabou-se discutindo sobre como os modelos sociológico e econômico servem para auxiliar a decisão de tais conflitos, indico a leitura do livro Foundations of Organizarional Strategy de Michael C. Jensen, publicado pela Harvard University Press em 2001, especialmente o primeiro capítulo intitulado The Nature of Man. Tive contato com este texto por indicação do Prof. Giácomo da especialização em direito e economia da UFRGS e neste capítulo o autor explica e compara 5 modelos de comportamento humano utilizado pelas ciências sociais, que a meu ver são chaves para compreender como o ser humano reage frente aos conflitos. Estes modelos, incluindo os dois que debatemos em nosso encontro e estão sublinhados, seriam:

  1. The Resourceful, Evaluative, Maximizing Model (or REMM)
  2. The Economic (or Money Maximizing) Model
  3. The Sociological (or Social Victim) Model
  4. The Psychological (or Hierarchy of Needs) Model
  5. The Political (or Perfect Agent) Model

Penso que o espaço aqui não permite a explanação sobre todos os modelos, mas em suma, o texto afirma que o modelo REMM prevalece sobre os demais, pois seres humanos são engenhosos, avaliadores e maximizadores, respondendo criativamente às oportunidades apresentadas pelo ambiente e trabalham para afrouxar as limitações que lhes evitam realizar seus desejos. Da mesma forma argumenta que seres humanos dão valor não só ao dinheiro, mas a quase tudo, como respeito, honra, poder, amor e o bem estar dos outros.

Para facilitar o acesso ao texto traduzi o capítulo referido (perdoem os possíveis erros e dêem sugestões de melhora), segue o link. Para os colegas interessados, e que mantêm contato comigo, posso disponibilizar uma cópia do original.

2 comentários:

Francisco Kümmel Alves disse...

Grande Alexandre! Sempre com contribuições muito úties. Importante este artigo que passaste, depois que terminar de lê-lo, certamente debateremos! hehe

ltimm disse...

Excelente dica Alexandre. Precisamos discutir o ato decisório individual no Direito. Ficamos perdidos na discussão da função social...

Por outro lado tem um texto do Parisi criticando a abordagem da escolha racional, mostrando que o ato humano por vezes ultrapassa esta lógica.

Segundo estava discutindo com o Professor Cristiano Carvalho, o Searle discute justamente isso perquirindo sobre a rational choice dos vietcongs em resistir aos norte-americanos..